Cirurgia Plástica

Outros Procedimentos

Cirurgia Plástica Pós Grande Perda de Peso

A cirurgia bariátrica firmou-se nos últimos anos como uma alternativa importante para o tratamento da obesidade avançada, que preenche os critérios de indicação cirúrgica e apresenta resposta inadequada ao tratamento clínico bem realizado.

Após a cirurgia bariátrica, verifica-se uma perda considerável de peso, variável conforme cada caso, que resulta em mudanças corporais significativas. Os pacientes sentem a necessidade de adequações à nova realidade, as quais envolvem desde auxílio psicológico até a realização de procedimentos plásticos.

Assim é que a cirurgia plástica entra neste universo, auxiliando no tratamento complementar do paciente após grande perda ponderal, devendo também ser indicada em um momento propício e considerando o estado de saúde física e emocional de cada paciente. Estas cirurgias redutoras podem ser realizadas em qualquer parte do corpo, sendo mais comuns nas mamas, abdome, face e membros, para a correção do excesso de pele e da falta de sustentação cutânea decorrentes do emagrecimento vigoroso.

Para assegurar segurança ao paciente, na maioria dos casos não é possível realizar todas as cirurgias de uma só vez, devendo-se programar uma sequência de tratamento com tempo suficiente para recuperação entre um procedimento e outro.

Miniabdominoplastia

É uma cirurgia indicada para casos de moderada flacidez. Mais indicada para pacientes de uma faixa etária mais jovem, com excesso infraumbilical. Tem a vantagem de deixar cicatrizes menores, além de não produzir cicatriz em torno do umbigo.

Ninfoplastia

Cirurgia indicada para pacientes com lábios vaginais hipertróficos (muito grandes). Busca-se a remoção do excesso de tecido, o qual pode causar desconforto no uso de determinadas roupas, como os biquínis de praia, ou mesmo constrangimento da paciente junto ao seu parceiro sexual.

Prótese Glútea

Cirurgia indicada para aumentar o volume e melhorar o contorno e consistência das nádegas. As prótese de silicone são próprias para este fim, sendo mais firmes e resistentes do que as utilizadas em mamoplastias. A cicatriz fica embutida na prega interglútea, que é o sulco que existe naturalmente entre as nádegas, sobre o cóccix. A gluteoplastia ser associada a lipoaspiração da região lombar e a enxertia de gordura em torno da prótese.

Lifting Frontal

Com o passar dos anos, por vezes, ocorre uma queda dos supercílios, o que transmite uma sensação de cansaço. O lifting frontal, também chamado de frontoplastia, procura reposicionar os supercílios, tracionando-os superiormente. Além disso a frontoplastia pode atenuar as rugas da testa e glabela, com um efeito semelhante ao produzido pelo uso da toxina botulínica. Costuma ser associado ao lifting facial e a blefaroplastia.

Otoplastia

Orelha de abano é o mais comum de todos os defeitos congênitos das orelhas. As alterações consistem basicamente de um aumento da abertura da orelha em relação à cabeça e/ou alterações de alguns relevos e dobras da cartilagem auricular. A cirurgia modela esta cartilagem e corrige esta relação.

A idade ideal para realizar a cirurgia é a pré-escolar, ou seja, a partir dos cinco aos sete anos de idade. Nessa fase, a estrutura cartilaginosa das orelhas já está totalmente formada, e a cirurgia evita o trauma das crianças no convívio social. Todavia, nada impede que tal correção seja feita em outras fases posteriores da vida, trazendo melhora na auto-estima do paciente.

Lifting de Braços

O contorno dos braços tem sido cada vez mais valorizado. Assim como das pernas, a aparência desta região é importante em países como o Brasil, onde o clima estimula a exposição frequente do corpo.

O lifting de braços, também conhecido como braquioplastia, é um procedimento cirúrgico para remover o excesso de pele desde a parte superior do tórax, perto das axilas, até o cotovelo. O tratamento cirúrgico desta região evoluiu bastante nos últimos anos, principalmente após a inclusão da lipoaspiração como opção em casos selecionados. Atualmente é possível rejuvenescer os braços com excelentes resultados utilizando a combinação das várias técnicas disponíveis, oferecendo significativa melhora do contorno com cicatrizes cada vez menores.

Lifting de Coxas

Muitas pessoas, após o envelhecimento ou as que perdem quantidades significativas de peso, não se sentem confortáveis por causa do excesso de pele que permanece em suas coxas. Estas alterações podem resultar em assaduras e principalmente desconforto estético, influenciando os hábitos de lazer realizados ao ar livre.

A remoção do excesso de gordura e pele nas coxas resulta em um melhor contorno corporal. Os melhores candidatos para lifting de coxa são aqueles que, apesar de fazerem dieta e exercício, não conseguiram que as coxas ficassem mais firmes após emagrecimento ou flacidez decorrente da idade. Deve-se ter em mente que, geralmente, para alcançar um bom resultado, a cruroplastia gera uma cicatriz considerável na face interna das coxas. Então pense nisso e discuta no momento da consulta quais as opções mais indicadas para um resultado satisfatório e com a menor cicatriz possível.

Reconstrução da Mama

As mamas têm um papel fundamental e complexo na vida da mulher. Os tumores malignos das mamas geralmente são muito agressivos e, consequentemente, o seu tratamento oncológico também, visando preservar a vida da paciente. A cirurgia plástica entra neste panorama contribuindo para a reconstrução mamária, na tentativa de melhorar a autoestima e a qualidade de vida destas pacientes.

Felizmente, cada vez mais a mastectomia tem se tornado conservadora, possibilitando, na maioria das vezes, a reconstrução mamária imediata, ou seja, no mesmo procedimento cirúrgico faz-se a retirada do tumor com uma parte da mama ou da mama completa e sua imediata reconstrução. Isso traz resultados cada vez mais agradáveis às mulheres acometidas por câncer de mama.

A reconstrução mamária pode ser feita utilizando-se o excesso da própria mama operada (assemelhando-se a uma mamoplastia adaptada), retalhos musculares, ou ainda usando-se expansores ou próteses mamárias, dependendo do caso. A discussão entre a paciente e seu cirurgião plástico sobre melhor técnica aplicada ao seu problema e também à sua expectativa de reconstrução é fundamental para que a reconstrução obtenha o resultado mais satisfatório possível.

Preenchimento Facial

A utilização de materiais inertes absorvíveis de preenchimento, como o ácido hialurônico, pode oferecer ótimos resultados em pacientes com sinais iniciais de envelhecimento, como naqueles que ainda não desejam tratamento cirúrgico, além de complementar o tratamento cirúrgico pela reposição volumétrica.

É recomendado na reposição volumétrica, trazendo de volta o contorno jovem perdido com o passar dos anos, ou por exemplo nos portadores de rugas em repouso, aquelas presentes mesmo sem a contração dos músculos faciais.

As regiões mais comuns são o sulco entre a boca e as bochechas, a região entre as sobrancelhas e as rugas finas ao redor dos lábios.

Lipoenxertia

Os enxertos de gordura têm sido cada vez mais usados na cirurgia de face, já que o processo de envelhecimento desta região envolve necessariamente a atrofia dos tecidos, resultando na maior visibilidade da estrutura óssea subjacente.

A reposição do tecido com gordura de outros locais do corpo pode ajudar a suavizar as alterações do contorno facial que ocorrem com o tempo, principalmente no sulco entre a boca e as bochechas, região abaixo dos olhos, maças do rosto e no rejuvenescimento dos lábios.

A vantagem da enxertia de gordura em relação ao preenchimento com ácido hialurônico é que a gordura, passada a pequena reabsorção inicial, mantém-se integrada e os seus efeitos são permanentes, já que trata-se de um material próprio do paciente.

Peeling | Dermabrasão

O peeling consiste basicamente da aplicação de uma determinada substância ou energia que promoverá a renovação da pele. Independentemente da técnica, o objetivo é substituir a pele de aparência envelhecida pela presença de rugas finas e manchas por uma pele “nova” de aparência rejuvenescida e textura mais lisa.

A dermabrasão é um tipo de peeling que utiliza lixas de alta rotação para executar um tipo de peeling mecânico, diferentemente do peeling químico conseguido pelos ácidos ou laser. Em boa indicação em pacientes portadores de rugas finas ao redor da boca.

Esses tratamentos podem ser realizados tanto durante a cirurgia de face ou isoladamente e necessitam de cuidados específicos após o procedimento, especialmente em relação à aplicação de cremes e à proteção do sol.

Toxina Botulínica

A toxina botulínica tem sido empregada com com objetivo estético trazendo ótimos resultados na suavização das rugas de expressão localizadas na testa e ao redor dos olhos. Mais recentemente também no tratamento das pregas do pescoço, do queixo envelhecido, além de forma complementar após cirurgias de face.

A toxina é altamente purificada e não oferece risco ao paciente quando as normas e volumes da aplicação são rigorosamente obedecidos. O mecanismo de ação da toxina botulínica consiste da paralisação dos músculos que, devido às firmes aderências com a pele, produzem rugas durante a sua contração.

Deseja realizar esse procedimento? Agende Consulta

Agende sua
Consulta

Preencha o formulário ao lado que entraremos em contato para finalizar o agenamento.

*O preenchimento da data e horário desejada não garante a disponibilidade do médico