Odontologia

Meu filho precisa de aparelho?

Essa é uma dúvida comum entre os pais que geralmente acreditam que seja necessário aguardar a troca de todos os dentes de leite pelos permanentes.

Mas será que aguardar ter todos os dentes permanentes para procurar um tratamento é o correto?

Na verdade, isso deve acontecer um pouquinho antes. Por volta dos 7 anos, impreterivelmente, os pais devem levar seu filho para uma avaliação ortodôntica, porém, vale ressaltar que alguns casos precisam ser tratados antes dos 6 anos de idade, quando a criança já começa a apresentar alguma deficiência ou alteração no desenvolvimento da face. É nessa fase que conseguimos através de intervenções ortopédicas estimular o crescimento e desenvolvimento da face, poupando muitas vezes intervenções cirúrgicas futuras.

Alguns problemas de mordidas devem ser corrigidos ANTES da troca de todos os dentes de leite e podem ser observados pelos pais, como: queixo para trás (pequeno), queixo para frente (grande), queixo torto, mordida cruzada anterior e posterior, mordida aberta (comum pela sucção de dedo, chupeta ou mamadeira). Casos como esses, muitas vezes devemos intervir antes dos 6 anos de idade. Outros fatores que devem ser reconhecidos e tratados, são: o ranger de dentes durante o dia e noite, respirar pela boca, babar ao dormir, roncar, etc.

Agora vamos entender por que 7 anos, ou por volta dessa idade, é a época ideal para os pais que até então não perceberam nenhuma alteração na mordida de seus filhos, devem levá-los para uma avaliação ortodôntica com um profissional especialista qualificado. Trata-se do período perfeito para uma avaliação clínica segura de eventuais problemas oclusais (de mordida) de seus filhos. Nessa idade, tem-se um grande potencial de crescimento ósseo do rosto da criança e é a fase ideal para diagnosticar os problemas oclusais e/ou esqueléticos (ósseos), pois quanto mais cedo forem percebidos, mais facilmente serão corrigidos, assim como um problema de saúde o qual não se espera agravar o caso para iniciar o tratamento.

Chamamos esse tratamento de ortodontia preventiva. São usados aparelhos ortopédicos funcionais e mecânicos específicos para cada caso e individualizados para cada criança, diferente do aparelho fixo com braquetes colados que todos conhecem. Esses aparelhos não machucam, são confortáveis, e são de extrema eficiência quando adequadamente indicados, utilizados e acompanhados.

O tratamento nessa idade nos permite alterar a direção de crescimento de alguns ossos da face, fator que pode fazer grande diferença mais tarde, ao possibilitar um correto desenvolvimento da face e da oclusão das crianças. Em alguns casos, esse tratamento precoce - antes dos 6 anos -  chega a evitar uma cirurgia ortognática (cirurgia para corrigir problemas esqueléticos) que mais tarde se tornaria inevitável. Além disso, a correção de alguns problemas oclusais com aparelho nessa idade (7-8 anos) facilita e muito o tratamento corretivo com aparelho fixo (aquele com bráquetes) que é realizado após a troca de todos os dentes de leite por dentes permanentes, chamada de Ortodontia corretiva, que trabalha a movimentação de dentes e não mais estímulo de desenvolvimento ósseo.

Não existem casos iguais. Em alguns, os problemas oclusais devem ser corrigidos no momento da troca dos primeiros dentes de leite. Em outros, quando existe uma boa relação dos ossos da face, a indicação é de que a má oclusão só seja corrigida após a erupção de todos os dentes permanentes, através da ortodontia corretiva fixa, capaz de promover alinhamento e nivelamento dos dentes tortos. Por isso, se seu filho chegou aos 7 anos, agende uma consulta com um profissional especialista, qualificado para avaliar o caso sob o ponto de vista ortodôntico e ortopédico. Ele é o profissional certo para diagnosticar se a criança tem algum problema oclusal e/ou esquelético e caso possua, qual será o melhor momento para o tratamento e qual o tipo de aparelho deverá ser utilizado.

Portanto o indicado é que seu filho seja acompanhado por um Ortodontista a partir dos 7 anos, seguindo com acompanhamento por todo o período de surto de crescimento.

Dra Lívia Oliveira – CROSP 95547
Mestre e Especialista em Ortodontia
Ortopedia Funcional dos Maxilares
Av. Costábile Romano, 842 – Ribeirânea
Tel: 16-34427562

Deseja realizar esse procedimento? Agende Consulta

Agende sua
Consulta

Preencha o formulário ao lado que entraremos em contato para finalizar o agenamento.

*O preenchimento da data e horário desejada não garante a disponibilidade do médico